" Implantação da NFe não acaba com sonegação fiscal".

05/08/2013 15:04

www.correiodaamazonia.com.br/index.php/amazonas-economia/4501-corado-implanta%C3%A7%C3%A3o-da-nfe-n%C3%A3o-acaba-com-sonega%C3%A7%C3%A3o-fiscal

 

Para Corado,a falta de maior fiscalização nos Postos de Entrada é a principal razão para a queda na arrecadação do ICMS de bebidas. “A maioria dos postos de fiscalização foi desativada pela SEFAZ a partir da adoção da Nota Fiscal Eletrônica. É completamente errônea a ideia de que a fiscalização por meios eletrônicos pode coibir a sonegação, ela simplesmente controlará o que não precisa ser controlado, ou seja, as operações dos bons contribuintes, aquelas que foram transmitidas de boa fé para os bancos de dados da SEFAZ”, afirma.

 

“Isso prova a necessidade urgente da presença constante dos Agentes Fiscais nas barreiras fiscais. Sem Postos Fiscais, as rodovias, os portos, aeroportos são um corredor para a sonegação”, alerta Corado. “Nos Postos Fiscais são detectadas muitas transferências de crédito de forma ilegal. Ao inibirmos no momento em que elas ocorrem, será dinheiro entrando no cofre do Estado imediatamente.Caso contrário, poderão se transformar em enorme dívida do contribuinte que, quando for objeto de fiscalização, já se tomou impagável”.
Para ele, a fiscalização deve usar a visibilidade como forma de disciplinar o com- portamento do contribuinte. “Os postos de fiscalização de trânsito de mercadorias são importantes porque são centros estratégicos de controle e percepção do fluxo das riquezas da economia amazonense em tempo real, através da interpretação fiscal”.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!